Café é uma cultura em expansão

Café é uma cultura em expansão

Uma das bebidas mais famosas do mundo não cansa de surpreender

Popularidade não é apenas ser conhecido, mas ter ao seu favor, milhões de seguidores. Com o café é assim. Uma bebida que é reconhecida em diversos lugares pelo mundo (em média, estima-se que, sejam consumidos 2 bilhões de quilos de café por ano, no mundo inteiro), conta com ambientes que possuem o seu nome na placa, possui uma invejável relevância na comunidade científica e, claro, fãs. Muitos fãs.

Uma história global

Dizem que o café foi descoberto no século IX, nas terras altas da Etiópia. Porém, as provas mais concretas de sua origem se encontram no Iêmen, onde teria começado a ser cultivado em mosteiros islâmicos.

Levado para a Constantinopla pelo Império Otomano, o café foi ganhando notoriedade até ser fundada a sua primeira cafeteria do mundo. Na Europa, a bebida era chamada de “vinho da Arábia”, pois, os árabes a apelidaram de “qahwa”, que significa vinho.

Entretanto, o café torrado, tal como o conhecemos hoje, só foi surgir por volta do séc. XVI. O método foi criado pelos holandeses que, com a promessa de sucesso comercial, foi logo levado para as Índias Ocidentais e depois para a América do Sul, região que o cultivo prosperou graças ao clima.

Grande parte do café que está no paladar brasileiro, é proveniente da
América do Sul, da África e da Ásia. Com o passar dos anos, surgiram outras diversas bebidas oriundas da bebida a partir de misturas.

Uma delícia atrás da outra que faz a Waffle Store apresentar um cardápio sensacional. Pra você.

Deixe um comentário