Waffle é vida

Waffle é vida

Sabor especial e simplicidade são seus ingredientes principais 

Delicioso, prático e único. O Waffle vai ganhando notoriedade pelo mundo com sua dinâmica combinação de sabores, entre os quais, podem ser doces e salgados.

Ou seja, ele é completo.

Nos Estados Unidos, ele é famoso por protagonizar as cenas de cafés da manhã de filmes e séries de TV, onde são tão populares quanto um ator de Hollywood. É aquela massa com quadradinhos que é banhada por uma calda que parece mel. Os norte americanos são apaixonados por Waffle.

Apesar de adotado pelos norte-americanos, o Waffle tem origem na Bélgica e, aos poucos, conquistaram a Europa. Agora, mundo já se entregou a essa delícia.

Com a popularização de máquinas que fazem essa massa tão peculiar, ele se popularizou até mesmo por aqui no Brasil. Hoje em dia, restaurantes e cafés oferecem em seus cardápios o Waffle com diversos sabores de coberturas e combinações.

Curiosidades:

  • Pronúncia correta 

Se pronuncia assim: “Uófol” ou “uêifel” (essa última é para os brasileiros);

  • E a calda? É o quê?

A famosa calda que se derrama no quitute é chamada de Maple Syrup (“xarope de bordo”, é a tradução). Trata-se de um xarope doce que tem origem da árvore de mesmo nome, bastante comum na América do Norte -sabe aquela folha na bandeira do Canadá? Então, é dela. Existem diferentes tipos dessa árvore e a variedade que se extrai a seiva para fazer esse xarope é o Sugar Maple. Doce até no nome, imagina!

  • E os ingredientes? 

Basicamente farinha, açúcar, fermento, sal, leite e óleo (ou manteiga) — ovos são opcionais.

  • É pão ou biscoito? 

É uma delícia. Isso que importa.

Deixe um comentário